• Claudia Mello Infecto

HIV/AIDS: como pega?

Atualizado: 12 de Jun de 2019

Recebi uma dúvida de um seguidor e tive a ideia de fazer esse post sobre as formas de transmissão do HIV.


A transmissão do HIV pode se dar das seguintes formas:

* Contato com sangue contaminado – compartilhamento de agulhas, transfusão de sangue e hemoderivados, acidente com material biológico.

* Transmissão vertical - gravidez, parto, amamentação. Cabe lembrar aqui que em gestações planejadas com cuidados adequados o risco de transmissão vertical é reduzido a menos de 2%.

* Sexual – sexo oral, vaginal, anal.


Parece simples, mas geral muitas dúvidas... em um caso específico, para saber se houve risco de transmissão do HIV, temos que responder a duas perguntas:

1. O material biológico envolvido é potencialmente infectante?

São potencialmente infectantes: sangue, sêmen, fluídos vaginais, líquidos de serosas (peritoneal, pleural, pericárdico), líquido aminiótico, líquor, líquido articular, leite materno.

NÃO são potencialmente infectantes: suor, lágrima, fezes, urina, vômitos, saliva e secreções nasais.

2. O tipo de exposição tem risco de transmissão do HIV?

São exposições com risco: percutânea (lesões causadas por agulhas ou outros instrumentos pérfuro-cortantes), membranas mucosas (por exemplo, relações sexuais desprotegidas e respingos em olhos, nariz e boca), cutânea envolvendo pele não íntegra (feridas abertas) e mordeduras com presença de sangue.

São exposições SEM risco: cutâneas (contato com a pele íntegra) e mordedura sem a presença de sangue.


Mesmo com essas informações disponíveis na internet, ainda recebo várias dúvidas, vou compartilhar algumas com vocês:

* Pega usando um banheiro público?

Não! Mas nem se sentar no vaso e respingar alguma coisa? Nem assim!

* Pega dando beijos?

Não! Mas nem se a pessoa tiver uma afta? Nem assim! Teria que haver sangue ou outro material infectante para tornar a exposição com risco para transmissão do HIV.

* Pega através de uma picada de inseto?

Não! Era só o que faltava, né? Já basta dengue, zika, chikungunya, mayaro...

* Pega compartilhando copos e talheres?

Não! Nem se não forem bem lavados? O ideal é que os talheres e copos sejam de uso individual e bem higienizados após o uso, mas mesmo se isso não acontecer não há como ter transmissão do HIV pois a saliva não contém o vírus.


Muitas vezes a leitura de artigos na internet não é suficiente para tirar dúvidas sobre um caso específico e entendo que quem está procurando essa resposta pode estar muito angustiado.

Não há nada que substitua uma conversa olho no olho com um profissional qualificado, então nesses casos sugiro que procurem um centro de testagem e aconselhamento ou agendem uma consulta com um infectologista.


A lista dos centros de testagem e aconselhamento no município de São Paulo está disponível nesse site: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/doencas_e_agravos/hepatites/index.php?p=6266


Se quiser saber mais sobre o HIV, como por exemplo a diferença entre HIV e AIDS, leia esse post aqui.

72 visualizações